UFOTVONLINE - Notícias de outro mundo

Neve se forma no topo de Cerro Paranal, no Chile

Fonte: 

 

Com 2635 metros de altura, a montanha Cerro Paranal, no Chile, é o local de montagem de um dos mais importantes observatórios astronômicos do mundo. Com quatro telescópios em seu topo, o local permite observações extremamente nítidas do universo, principalmente pela grande altitude e baixíssima umidade do ar do deserto do Atacama.
 
Apesar da baixa umidade do deserto, a imagem mostrada retrata um momento bastante raro na região, com o topo da montanha ligeiramente esbranquiçado devido à neve que se acumulou no início de agosto de 2011.
 
O deserto de Atacama se estende por mais de 1000 km desde o norte do Chile até a fronteira do Peru e é considerado um dos locais mais secos do planeta. Devido a altitude, a umidade vinda do Pacífico não consegue chegar até o deserto, tornando a condensação um fenômeno meteorológico bastante incomum, com níveis de umidade relativa que raramente ultrapassam 5%.
Os telescópios instalados no topo da montanha têm 8.2 metros de diâmetro e são os mais avançados instrumentos baseados em terra hoje existentes. Juntos formam o chamado VLT (Very large Telescope ou Telescópio Muito Grande). Além dos quatro instrumentos principais, o observatório de Paranal também conta com quatro telescópios auxiliares.
 
Quando operados em conjunto em grupos de dois ou três telescópios, o conjunto forma um gigantesco interferômetro, permitindo aos astrônomos ver imagens no espaço com até 25 vezes mais resolução que um único instrumento.(Apolo11.com - Todos os direitos reservados